Diabetes insípido renal; o tratamento

Como resultado do mau funcionamento dos rins, apoiando os saldos de água-sal e ácidos básicos no organismo, o diabetes renal se desenvolve. Com essa doença, ocorre aumento da excreção de glicose na urina. (? *) Um tipo de processo patológico é o diabetes insipidus renal, que ocorre devido a problemas decorrentes da absorção reversa de líquido nos rins.

Para impedir que o diabetes mellitus entre em uma forma complexa que requer ingestão constante de insulina, é necessário aprender a controlar a doença. A droga mais recente contribui para isso Insumed, que ajuda a se livrar do diabetes “no nível celular”: o medicamento restaura a produção de insulina (que é prejudicada no diabetes tipo 2) e regula a síntese desse hormônio (que é importante para o diabetes tipo 1).

Diabetus Insumed - cápsulas para normalizar o açúcar no sangue

Todos os ingredientes que compõem o medicamento são baseados em materiais vegetais, usando a técnica de biossíntese, e estão relacionados ao corpo humano. Eles são bem absorvidos pelas células e tecidos, pois são aminoácidos que compõem as estruturas celulares. Componentes da cápsula Insumed normalizar a produção de insulina e regular o açúcar no sangue.

Informações detalhadas sobre este medicamento estão disponíveis na revista médica Obzoroff.info. Se você quer comprar Insumed com desconto, vá para site oficial do fabricante.

Informações gerais para crianças e adultos

O diabetes é formado como resultado do funcionamento anormal dos rins e da deficiência do hormônio vasopressina, que está diretamente envolvido na formação da urina, o que afeta sua concentração e densidade. A violação da normalização da micção é caracterizada pela emissão de uma quantidade abundante de líquido tratado pelo corpo em uma forma suficientemente diluída. A patologia renal desse tipo é uma das doenças raras e pode se desenvolver em adultos e crianças, em mulheres durante a gravidez.

Tipos de diabetes

Existem várias classificações de diabetes insipidus. As tipologias diferem no critério adotado como base para distinguir diferentes tipos dessa patologia. Dependendo do nível em que o desvio ocorre, esses tipos de diabetes são determinados:

  1. Central (hipotalâmico) – associada à formação e secreção prejudicadas de vasopressina. O resultado de problemas com o hormônio antidiurético é um aumento na excreção de fluidos urinários com uma diminuição em sua densidade relativa:
    • patologia idiopática – hereditária no sistema nervoso central afeta baixa produção de vasopressina;
    • sintomático – as causas da ocorrência são várias doenças cerebrais (lesões, tumores, inflamações infecciosas).
  2. Nefrogênica (renal) – a doença se origina ao nível dos tecidos renais, na qual a sensibilidade aos efeitos do hormônio antidiurético é prejudicada:
    • congênita – devido à presença de doenças renais em uma pessoa desde o momento de seu nascimento;
    • adquirido – a principal condição para o aparecimento de danos aos medicamentos nas células renais.
  3. Gestagênico – uma doença característica das mulheres, as condições para o seu desenvolvimento são a gravidez, durante as quais a atividade da enzima placentária aumenta, o que afeta destrutivamente a vasopressina.
  4. Funcional – diabetes insipidus, característica de crianças pequenas, que está associada à imaturidade dos rins, seu difícil trabalho no mecanismo de concentração do escarro.
Insumed -   Sinais de diabetes tipo XNUMX

A patologia renal é considerada dependendo da complexidade de seu curso, sem levar em consideração o uso de drogas. Como indicador, a quantidade de excreção diária de urina é selecionada, com relação ao qual o diabetes insipidus é tão leve quanto moderado e grave. Na endocrinologia, a forma que acompanha essa patologia é a polidipsia (um desejo constante de beber).

  • lesões e lesões no cérebro ou crânio;
  • oncogênese e metástases na hipófise e no hipotálamo;
  • complicações pós-operatórias no sistema nervoso central;
  • inflamação do cérebro;
  • distúrbios no suprimento de sangue para a glândula pituitária;
  • consequências após doenças infecciosas;
  • sífilis;
  • defeitos de nascimento.

Diabetes insípido renal (nefrogênico) – causas

Entre as causas do diabetes nefrogênico estão:

  • patologias e condições que afetam danos nos rins;
  • um aumento na quantidade de potássio no sangue e uma diminuição no cálcio;
  • a disseminação de formações císticas;
  • insuficiência renal crônica;
  • drogas tóxicas para o rim;
  • patologia ao nível do gene.

Características da formação e desenvolvimento de diabetes insipidus devido a seus tipos. Dependendo do foco da patologia renal, são consideradas as características distintivas do curso da doença. No diabetes central, o hipotálamo é danificado, resultando em uma violação da produção do hormônio antidiurético, que está envolvido na formação da urina. O diabetes insipidus nefrogênico aparece na ausência da capacidade do tecido renal de perceber a vasopressina. As formas adquiridas de patologia podem se desenvolver no contexto de doenças renais crônicas, problemas com o metabolismo do cálcio e potássio no corpo e lesões cerebrais.

Sintomas comuns

Os principais sinais do aparecimento e desenvolvimento de diabetes insípido renal no corpo são caracterizados por alterações no funcionamento do sistema excretor, visando a limpeza do líquido e a formação de escarro. Nesse sentido, são considerados os sintomas inerentes a todos os tipos de diabetes, como poliúria (excedendo a taxa diária de micção) e polidipsia (consumo excessivo). Nesse caso, uma análise da urina mostra sua descoloração, uma diminuição na concentração e a ausência de sais. Alterações negativas no funcionamento dos rins levam a sono instável, desequilíbrio emocional, neurose e fadiga constante.

Sintomas primários

Nos sintomas do diabetes insipidus, é dada atenção à manifestação da doença em seu estágio inicial. Uma sede insuportável e forte micção são acompanhadas por uma deterioração geral da condição de uma pessoa. Os primeiros sinais de diabetes insípido renal são diagnosticados durante a primeira semana de sua manifestação. Entre eles estão:

O diabetes insípido pode esgotar o paciente com dor de cabeça, perda de peso, constipação e vômito.

  • a aparência de uma dor de cabeça;
  • perda de apetite;
  • perda de peso significativa;
  • a aparência de um reflexo de vômito;
  • diminuição da salivação;
  • Esticando o estômago
  • constipação regular;
  • pele seca perceptível.
Insumed -   Como controlar a glicose no sangue

Durante esse período, a quantidade de uréia excede a norma do corpo, que às vezes é acompanhada de prurido na pele. Os sinais primários também incluem hipercalemia, que caracteriza um aumento na concentração de potássio no sangue. Como resultado, existe o risco de desidratação. Na presença de um conjunto de indicadores, é necessário atendimento e tratamento médico imediatos.

Sintomas secundários

O desenvolvimento da patologia renal é caracterizado por uma manifestação exacerbada de sinais primários e pela adição de alterações secundárias, entre as quais:

  • boca seca;
  • diminuição gradual do peso corporal;
  • violação da produção de enzimas digestivas;
  • prolapso do estômago;
  • o aparecimento de gastrite;
  • distensão da bexiga;
  • redução da transpiração;
  • menor pressão arterial;
  • derrubar de um ritmo cardíaco;
  • o aparecimento de náuseas e vômitos inexplicáveis;
  • fadiga;
  • aumento de temperatura;
  • enurese.

Como complicação do diabetes insipidus renal, o paciente pode sentir boca seca, gastrite, sofrer de instabilidade de peso, temperatura, apetite.

No complexo de sintomas da doença renal sem diabetes, os distúrbios no nível das manifestações mentais e emocionais são considerados separadamente. Durante o curso da doença, dores de cabeça, insônia, psicose, irritabilidade aparecem e a atividade mental também diminui. Uma percepção instável da realidade é causada por sede constante, micção abundante, que continuam à noite.

Os sintomas típicos do diabetes insipidus incluem todos os sintomas acima e são diferentes em mulheres, homens e crianças. Nos representantes do sexo forte, uma conseqüência negativa adicional do desenvolvimento da doença é a diminuição da potência e da libido. Nas mulheres, juntamente com os sinais usuais, o ciclo menstrual é às vezes perturbado, a infertilidade se desenvolve e, em caso de gravidez, ocorre um aborto espontâneo.

Diabetes insípido em crianças

O desenvolvimento da patologia renal, que leva ao diabetes insipidus, na infância ocorre de uma forma mais complexa do que nos adultos. Isso se deve ao fato de que, na maioria dos casos, a doença em uma criança é determinada em um estágio tardio. O monitoramento cuidadoso do comportamento do bebê, o tratamento preventivo para o médico e a aprovação em testes ajudarão a evitar patologias fatais.

Os sinais de diabetes insipidus dependem da idade dos pacientes jovens. Em bebês de até um ano, os seguintes sintomas são detectados:

  • recusa de leite;
  • desejo de beber água;
  • micção em grandes porções;
  • manifestação de ansiedade;
  • perda de peso grave;
  • diminuição da elasticidade da pele;
  • falta de lágrimas;
  • vômito frequente;
  • aumento da frequência cardíaca;
  • aumento e diminuição da temperatura corporal.

As crianças sofrem de diabetes insipidus, que se manifesta por perda de apetite, peso e tranqüilidade.

Insumed -   Diabetes tipo 1 em crianças

É necessário prestar atenção nos recém-nascidos a um desejo ativo de beber, pois os bebês nessa idade não têm a oportunidade de expressar seu bem-estar em palavras. Nesse sentido, a condição do bebê piora rapidamente e leva à perda de consciência, ao desenvolvimento de convulsões. Na ausência de atendimento médico oportuno, também é possível um resultado fatal.

Em crianças com mais de 3 anos e na adolescência, os sintomas do diabetes insipidus são semelhantes aos adultos. A diferença está na gravidade leve associada à má nutrição, ganho de peso, constipação, dor nas articulações, fadiga. Com sintomas leves, o diagnóstico é estabelecido tardiamente, quando a doença já afeta o estado psicofísico da criança. Deve-se lembrar que as queixas de sede constante e micção intensa são os primeiros sinais de patologia renal e requerem exame de urina, consulta a um especialista.

Diabetes insípido durante a gravidez

Nas mulheres grávidas, o diabetes insipidus procede de uma forma mais complexa, que está geralmente associada a alterações no corpo. Se esta doença for detectada, é necessário visitar regularmente um médico para fazer um diagnóstico oportuno, prestar assistência e escolher o tratamento certo. Para os sintomas gerais de doença renal em mulheres grávidas são adicionadas sede durante a noite e incontinência urinária durante o sono.

A manifestação desta doença na ausência de constante supervisão e tratamento médico leva a certas complicações durante a gravidez. Isso inclui a possível desidratação associada a baixos níveis de sódio no sangue, danos cerebrais, arritmia, problemas de pressão arterial e produção insuficiente de ocitocina, necessária para o trabalho de parto (sua falta afeta o enfraquecimento das contrações).

diagnósticos

Para determinar a forma do diabetes insipidus, são realizados exames laboratoriais durante os quais é determinada a quantidade de potássio, cálcio, glicose no sangue, bem como a qualidade do líquido urinário em cor e concentração. Depois de estabelecer o tipo de patologia, eles recorrem ao diagnóstico diferencial, com a ajuda da qual esclarecem as causas da doença. Os exames são realizados com ressonância magnética do cérebro, biópsia, ultrassom e tomografia computadorizada dos rins. Especialistas nas áreas de endocrinologia, oftalmologia, psiconeurologia e nefrologia participam do diagnóstico.

Tratamento e prognóstico

O curso da terapia para o diabetes insipidus renal começa com o fornecimento do corpo com a quantidade necessária de líquido. Dependendo do tipo de patologia, os medicamentos são prescritos. No caso de intervenção cirúrgica, as formações tumorais ou as consequências de lesões cerebrais traumáticas são eliminadas. Nas doenças infecciosas, eles são tratados. Para todos os tipos de diabetes insipidus, é realizada terapia para normalizar o equilíbrio água-sal. O tratamento do diabetes renal também envolve seguir uma boa dieta e dieta. Um prognóstico favorável do diabetes insipidus depende de atenção médica imediata e assistência oportuna.

(? *) – A opinião editorial pode não coincidir com a opinião do autor. Publicado como está, sem editar o texto.

Diabetus Portugal