Sinais de diabetes em um cão e tratamentos eficazes

Para impedir que o diabetes mellitus entre em uma forma complexa que requer ingestão constante de insulina, é necessário aprender a controlar a doença. A droga mais recente contribui para isso Insumed, que ajuda a se livrar do diabetes “no nível celular”: o medicamento restaura a produção de insulina (que é prejudicada no diabetes tipo 2) e regula a síntese desse hormônio (que é importante para o diabetes tipo 1).

Diabetus Insumed - cápsulas para normalizar o açúcar no sangue

Todos os ingredientes que compõem o medicamento são baseados em materiais vegetais, usando a técnica de biossíntese, e estão relacionados ao corpo humano. Eles são bem absorvidos pelas células e tecidos, pois são aminoácidos que compõem as estruturas celulares. Componentes da cápsula Insumed normalizar a produção de insulina e regular o açúcar no sangue.

Informações detalhadas sobre este medicamento estão disponíveis na revista médica Obzoroff.info. Se você quer comprar Insumed com desconto, vá para site oficial do fabricante.

No caso de diabetes mellitus em cães, os sintomas e o tratamento são diferentes da doença que atingiu a pessoa. A produção insuficiente de insulina pode levar a consequências muito graves, terminando em morte.

O tratamento iniciado a tempo ajudará a se livrar dos sintomas da doença e facilitará a vida do animal.

Causas da doença

Pode haver vários fatores que provocam distúrbios endócrinos em um cão:

  • Predisposição genética.
  • Patologias autoimunes.
  • Mau funcionamento hormonal que ocorre durante o estro ou tratamento medicamentoso.
  • Obesidade O excesso de peso geralmente causa uma doença como o diabetes insipidus, quando as células perdem a sensibilidade à insulina.
  • Doenças do pâncreas.

O grupo de risco inclui cães com mais de 6 anos de idade, fêmeas nulíparas e não esterilizadas, além de algumas raças individuais – schnauzers miniatura, pugs, poodles de brinquedo, dachshunds e boxers.

Os principais sintomas do diabetes

A gravidade dos sintomas depende do estágio da doença. Um proprietário atento notará mudanças no estado do animal com o tempo e buscará ajuda veterinária.

As primeiras manifestações do diabetes ocorrem secretamente, mas após um certo tempo os seguintes sinais da doença aparecem:

  1. A frequência da micção aumenta. O cão começa a pedir uma caminhada muitas vezes ao dia. A urina clareia.
  2. O animal está com sede, o consumo de água aumenta.
  3. A lã perde seu apelo e começa a cair.
  4. Perda de peso devido ao apetite prejudicial.
  5. Vômitos, diarréia.
  6. Fraqueza geral. O animal de estimação recusa caminhadas ativas.
  7. Atividade sexual é reduzida.
  8. Um cheiro pútrido emana dos maxilares.
  9. Qualquer ferida, mesmo pequena, cura muito mais tempo do que o normal.
  10. Taquicardia
  11. A turvação da lente.
Insumed -   Os padrões de glicose no sangue precisam ser revistos

A presença de pelo menos um desses sintomas é uma ocasião para mostrar o cão ao veterinário.

Em casos avançados, quando o corpo não consegue se livrar das toxinas a tempo, ocorre a oxidação do sangue. O ar exalado pelo cachorro cheira a acetona. Este último estágio crítico da doença é chamado de cetoacidose diabética.

Também é caracterizado por:

  • paralisia parcial
  • aumento da salivação
  • coma
  • desmaio

A falta de ajuda leva à morte do animal.

Diagnóstico e tratamento

Para estabelecer um diagnóstico, apenas um exame visual do cão não é suficiente. Para confirmar a diabetes, são necessários os resultados de exames laboratoriais – análise de urina, sangue para determinar o nível de glicose, testes hormonais.Separadamente, uma análise para acetona. Se necessário, radiografias, ECG, ultrassom. Para eliminar erros, os testes de laboratório podem ser feitos repetidamente.

Dado o grau da doença, as características do corpo do cão, o médico seleciona um regime de tratamento. Seu objetivo é eliminar sintomas negativos e prevenir possíveis complicações.
A primeira prioridade é evitar a desidratação.

O animal de estimação precisa fornecer acesso constante a água limpa e fresca.

Para saciar sua sede por um longo período, você pode adicionar algumas gotas de suco de limão.

É possível restaurar o equilíbrio da água com o uso de medicamentos. Estes incluem:

  • Pituirina – injeção intramuscular ou subcutânea, cuja quantidade depende da condição do animal.
  • Adiurekrin – uma ferramenta na forma de um pó ou pomada. Introduzido nas passagens nasais.

Com sintomas como diarréia, vômito, o cão perde uma quantidade enorme de nutrientes. Para restaurá-los no corpo, são prescritos complexos vitamínicos. Os mais populares deles são HerzVital, Brevers, Beafar.

De grande importância é como alimentar o cão durante o tratamento. Portanto, você deve ajustar a dieta habitual.

Características da terapia com insulina

Alto nível de açúcar no sangue pode levar a sérias conseqüências na forma de neuropatia, função renal comprometida, catarata. Para reduzir sua concentração, é prescrita terapia com insulina. Consiste em um estágio de estabilização e apoio.As injeções são administradas diariamente, ao mesmo tempo. A primeira vez que uma preparação de insulina é administrada em uma clínica, após o qual um nível de glicose deve ser medido a cada 2 horas. Dependendo disso, a dosagem é ajustada.

Insumed -   Stevia para diabetes

Em casa, os níveis de glicose são monitorados usando um medidor especial. Recomenda-se manter um diário onde a dosagem de insulina e as leituras do dispositivo serão registradas diariamente.

O uso da insulinoterapia às vezes causa efeitos colaterais.

Percebendo mudanças nas condições do animal, como letargia, tremores ao caminhar, recusa em comer, desmaio, recusa em fazer uma longa caminhada, é urgente chamar um médico. Como emergência, dê ao seu cão um produto com alto teor de açúcar.

Dieta

A nutrição adequada pode melhorar significativamente o bem-estar do animal. Uma dieta terapêutica é necessária para controlar o peso do animal e também afeta positivamente a normalização do açúcar no sangue.

A melhor solução é um alimento pronto, projetado especificamente para cães que sofrem de diabetes. Deve ser de alta qualidade, portanto, é recomendável escolher entre marcas conhecidas – Royal Canin, Hills, Purina.

Possíveis complicações

Em cães com diabetes, cujos sintomas e tratamento são ignorados, o prognóstico é bastante triste. No corpo do animal, produtos tóxicos da quebra de gordura se acumulam, causando envenenamento.
O aumento da glicose no sangue tem um efeito ruim em todo o corpo do cão; rins, fígado, sistemas cardiovascular e nervoso especialmente afetados. Na ausência de ajuda, ocorre um coma profundo e a morte do animal.No entanto, diabetes não é uma sentença. Um dono atento e atencioso, que mostra um pouco de paciência, poderá tornar a vida de seu animal de estimação longa e feliz.

Diabetus Portugal